F.A.Q

Dúvidas na calibração e certificação RBC e Rastreáveis

EM QUAIS PONTOS É REALIZADA A CALIBRAÇÃO DO INSTRUMENTO DE MEDIÇÃO?

Os pontos de medição, onde é realizada a calibração ao longo da faixa de medição do instrumento, são definidos por normas técnicas ou pelo próprio Inmetro. Caso o cliente possua “pontos específicos”, basta informar no ato da contratação do serviço.

COMO MEU INSTRUMENTO DE MEDIÇÃO É IDENTIFICADO?

Após toda calibração, o instrumento de medição recebe um selo chamado etiqueta de calibração. Nela constam o nº do certificado de calibração, a data da calibração e a data da validade (informar no ato da contratação, se houver). Além disso, caso o cliente possua um código de identificação próprio (Tag) é só nos enviar que fazemos a gravação no instrumento de medição.

O QUE É VALIDADE DE CERTIFICADO DE CALIBRAÇÃO?

Toda calibração possui um prazo de validade, mas isso depende basicamente da frequência de uso do instrumento, severidade é intempéries do ambiente, manuseio, guarda e grau de exatidão do instrumento. Instrumentos de medição idênticos, calibrados na mesma data podem ter validades diferentes de acordo com os parâmetros acima. Por isso, cabe ao cliente definir a validade adequada para o seu instrumento de medição, que pode variar entre dias, meses e até anos. Lembrando que, durante o período de validade, caso o instrumento de medição sofra alguma avaria é necessário ajustar e calibra-lo novamente.

QUAIS INSTRUMENTOS DEVEM SER CALIBRADOS?

Segundo as normas de qualidade, como a ISO9001 (item 7.6), todos os instrumentos de medição que influenciam no controle dos processos da empresa devem ser calibrados com rastreabilidade à organismos nacionais (RBC/Inmetro) ou internacionais.

O CERTIFICADO DE CALIBRAÇÃO DA AGATEC É VÁLIDO EM MINHAS AUDITORIAS?

Nossos Certificados de Calibração são válidos para todas as normas de sistema de gestão da qualidade, como ISO9001, ISO14001, OHSAS18001, ISO/IEC17025, PBQP-H, ANVISA, ANAC, pois possui rastreabilidade à RBC/Inmetro e/ou organismos internacionais reconhecidos pelo Inmetro.

O QUE É INCERTEZA DE MEDIÇÃO?

A Incerteza de Medição pode ser entendida como a “dúvida” em torno do resultado obtido durante a calibração. Por definição, nenhuma medição é 100% exata, mas quanto menor a incerteza de medição, ou “dúvida”, atribuída ao resultado, mais confiável é a medição. Laboratórios de Calibração com incertezas menores expressam resultados mais confiáveis que Laboratório de Calibração com incerteza de medições maiores.

O QUE É RASTREABILIDADE?

Rastreabilidade é a propriedade que uma calibração possui em relacionar seus padrões de referência com outros padrões até chegar a organismos acreditados nacional ou internacionalmente, como por exemplo o Inmetro. Quando dizemos que uma calibração é rastreada RBC/Inmetro, significa que os padrões de referência utilizados nesta calibração podem ser relacionados com outros padrões que por sua vez foram calibrados em Laboratórios de Calibração pertencentes à RBC (Rede Brasileira de Calibração – Inmetro), compondo o que chamamos de cadeia de rastreabilidade da medição. A melhor maneira de comprovar a rastreabilidade de um laboratório é solicitar ao laboratório a cópia dos padrões utilizados na calibração do seu instrumentos de medição.

O QUE É PADRÃO DE REFERÊNCIA?

Padrão de Referência é um instrumento de medição com um grau de exatidão, precisão e incerteza menor que o instrumento de medição à ser calibrado. Padrões de Referência são calibrados por Laboratórios de Calibração pertencentes à RBC – Rede Brasileira de Calibração ou organismos internacionais reconhecidos pelo Inmetro, compondo assim a cadeia de rastreabilidade da medição.

O QUE É MANUTENÇÃO OU AJUSTE?

É a correção dos erros de medição identificados no processo de calibração. Após uma manutenção ou ajuste é necessário realizar uma nova calibração.

A CALIBRAÇÃO CONSERTA OU AJUSTA O INSTRUMENTO DE MEDIÇÃO?

Não, o objetivo da calibração é informar ao cliente os erros de medição naquele exato instante, como uma “fotografia” do instrumento. Com isso o cliente tem condições de avaliar como estava o desempenho do instrumento durante o período de uso anterior, possibilitando identificar falhas no processo de medição, até mesmo recalls. Neste caso é necessário realizar a manutenção, ou ajuste, do instrumento de medição.